Foi na Roda Gigante. #2

by - sexta-feira, maio 02, 2014


     No dia seguinte acordei perto da hora do almoço. Fiz todas as coisas que tinha para fazer e quando me dei conta já eram 17hrs. Me arrumei com calma e saí, já que hoje minha amiga não ia. Andei a cidade toda a procura dele. Fui em todos os lugares que estivemos no dia anterior e nada. Então decidi ir ao parque. Era uma das minhas atrações preferidas e sempre estavam na cidade durante o feriado. Fui em vários brinquedos sozinha, até que decidi ir na roda gigante. Era o brinquedo que eu achava mais legal e romântico. E os pensamentos vieram a tona. A perfeita noite anterior, a ausência e a falta que ele fazia. Chegou minha vez de entrar no brinquedo.  O moço perguntou se eu estava sozinha. Sinalizei que sim com a cabeça e sentei.      O brinquedo começou a girar, e como vieram outras pessoas para a fila, ele foi parando para por as pessoas nos lugares vagos. Eu estava muito distraída e mergulhada em meus pensamentos para perceber que alguém sentara ao meu lado. Ao sentir que alguém havia sentado, virei para cumprimentar e não parecer mal educada.
     Ao olhar paro o lado e ver seus olhos e seu sorriso, só tive uma reação, que foi abraçá-lo. Ele riu. E começamos conversar :
  Sophia - Achei que não o veria mais.
  Bernardo - Eu não ia deixar isso acontecer. Não consegui sair mais cedo de casa. Minha mãe passou mal. Assim que ela melhorou eu sai. Não podia perder a oportunidade de te ver. Assim que saí, fui à sua procura por todos os lugares, até que vi você na fila da roda gigante. você entrou e eu decidi esperar rodar pra sentar ao seu lado.
  Sophia - Eu não sei o que aconteceu. Mas de uma maneira inexplicável você se tornou uma pessoa muito importante pra mim. Não sei o que acontece que quando te vejo, borboletas voam no meu estômago e meu coração acelera como se eu tivesse acabado de correr uma maratona.
 Bernardo - Não sei porque nós não nos encontramos antes. Morando tão perto! Visitamos os mesmos lugares e o destino só deixou que nos encontrássemos agora.
Sophia - Se fosse antes, talvez,  não daria certo e o agora é que importa. O passado e os porquês a gente deixa pra lá e vamos deixar o destino reservar o melhor pra nós no futuro.
Bernardo - Não quero te perder. Você foi o melhor presente que ganhei e num momento em que mais preciso.
Sophia - Deixa de ser bobinho! rsrs' Se nós nos encontramos, no meio de milhões de pessoas que existem nesse mundo, certamente há algum propósito e um porque. Não vou falar aquela frase clichê de que você nasceu pra mim, mas tenho certeza que tem algo bom reservado pra nós.
Bernardo - Tenho uma surpresa!
Sophia - Serio??  fala logo!!
Bernardo - Comprei essa pulseira pra você, e pedi pra gravar nossas iniciais nela,  pra que toda vez que você olhar para ela se lembrar  que tem alguém te esperando, e doido por você.
Sophia - Que lindo!! Amei demais! Não vou tirar ela pra nada e também não vou te deixar mais em paz.
     Sophia pede pra ele por a pulseira em seu braço. Ele coloca e em seguida dá um beijo na pulseira e diz :
Bernardo - Não sei se estou sendo precipitado. mas se estiver nem ligo. Só vou dizer o que eu estou sentindo. Eu te amo Sofi!
Sophia- Eu também te amo!
      E nós nos beijamos. Aquela noite ficou marcada. Foi a melhor noite de toda a minha vida. O parque terminou ficando fixo na cidade. A roda gigante consequentemente não se moveu e ficou fixa e firme ali. E foi como o nosso amor. Não acabou no final do feriado. Ficou firme e fixo como o local em que tudo começou.Não foi um amor de Verão. E aquela roda gigante sempre será meu lugar preferido.

You May Also Like

0 comentários

Comente aqui =)