Foi na Roda Gigante #1

by - quarta-feira, abril 16, 2014

   
    
     Foi em um final de semana ensolarado. Era aniversário da cidade, e como de praxe a cidade estava cheia de turistas. Tinha um parque de diversões, barraquinhas de lanches e doces, entre outras coisas. Eu gostava de sair todos os dias, porém nunca fui uma menina de muitas amigas, e justo naquele feriado só tinha uma amiga que talvez a mãe deixasse sair.
     Eu estava ansiosa pra sair à noite. Era sexta-feira, primeiro dia do feriado. Quando deu umas 15 hrs da tarde, comecei a escolher a roupa e decidir a maquiagem e como ia deixar meu cabelo. Não tinha nenhum carinha especial que eu gostava na cidade, mas eu adorava me sentir bem e bonita. Mesmo com toda a empolgação de sair, terminei me atrasando com o dilema de qual roupa colocar, enquanto a minha amiga já estava tirando fotos da maquiagem pronta e postando no instagram.
     Coloquei então uma saia preta no estilo bonequinha e uma blusa de tecido estampado com florzinhas rosas, larguinha amarrada na ponta e uma sapatilha rosa. Fiz uma maquiagem simples com delineado gatinho e batom rosa. Deixei o cabelo solto e só fiz uns cachinhos nas pontas, peguei minha bolsa e sai ao encontro da minha amiga.
     A noite passou voando. E perto da hora de ir embora ele passou por mim. Foi tipo cena de filme, sabe?! Ele olhou pra mim, eu olhei pra ele e pronto, já queria saber seu nome e conhece-lo. Tentei segui-lo meio escondida pra ver se eu conseguia informações sobre ele, até minha mãe me ligar e pedir para ir embora.
     Sonhei com aqueles olhos a noite toda. Assim que acordei escolhi a roupa, separei um vestido com cinturinha marcada rosa bebê com uns detalhes preto, e uma sapatilha preta, decidi fazer a mesma maquiagem do dia anterior, pois era a que eu mais gostava, e separei um lacinho pra por no cabelo. Deixei tudo separadinho pra sair a noite. Graças a Deus o dia passou bem rápido. Me arrumei e as 18hrs fui ao encontro da minha amiga. Decidimos comer pizza com uns primos dela que estavam passando o feriado na cidade. Enquanto íamos para a pizzaria, eu procurava em cada olhar, aquele que tanto tinha me cativado.
     Minha amiga teve de ir embora mais cedo e eu continuei pelo Centro. Decidi ir visitar as barraquinhas, sempre tinha alguma coisa fofa que eu gostava para por em meu quarto. E quando eu menos esperava ele veio ao meu encontro. Perguntou meu nome, e me disse o nome dele. Disse que percebeu que eu o tinha seguido na noite passada enquanto ia para casa. Fiquei com vergonha. Disse que estávamos apenas passando pelo mesmo caminho. E nossa conversa durou até que minha mãe me ligou falando que estava indo me buscar. Ele me levou até perto do lugar onde minha mãe estava, e se despediu com um beijo no rosto e me esperou ir.
     Essa noite foi perfeita. Foi um custo pra dormir, porque eu não conseguia tirar os momentos, o nome dele (Bernardo), o som da sua voz, o cheiro do seu perfume e cada sensação da cabeça. Descobrimos que morávamos na mesma cidade, que tínhamos conhecidos em comum, entre outras coisas. Foi uma noite maravilhosa. A ansiedade de ver o Bernardo de novo, tomava conta de todos os meus sentidos, como se tivesse tomando vida própria. Aos poucos a onda de pensamentos foi diminuindo e peguei no sono.
                                                                                          

                                                                                                        Continuação na próxima semana.. =)

You May Also Like

4 comentários

  1. Muito lindo o texto, pretendo ler a continuação *-*!
    Beijos
    www.dosedeilusao.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada linda..
      Espero que tenha gostado da continuação.
      Beijão =)

      Excluir

Comente aqui =)